Ataque a tiros em escola da Flórida deixa 17 mortos, diz Polícia

Parkland, Estados Unidos, 14 Fev 2018 (AFP) - Um ataque a tiros registrado nesta quarta-feira (14) em uma escola de ensino médio de Parkland, no estado da Flórida, deixou 17 mortos, informou o chefe de polícia do condado, Scott Israel.

"Temos 17 vítimas confirmadas. Doze delas estavam dentro do edifício, duas vítimas estavam do lado de fora e outra em uma rua adjacente. Duas pessoas perderam a vida já no hospital", disse o chefe da Polícia.

Segundo o comissário, "ainda há várias pessoas sendo submetidas a intervenção cirúrgica". Entre as vítimas - disse -, há "estudantes e adultos".

Em uma coletiva de imprensa improvisada, Israel identificou o principal suspeito do massacre como Nicolás Cruz, um jovem de 19 anos, que foi aluno desta escola, mas foi expulso por problemas disciplinares.

De acordo com o chefe de Polícia, o suspeito tinha muitos carregadores de munição para armas semiautomáticas. "Pensamos que tinha um fuzil AR-15. Não sei se possuía um segundo fuzil".

Imagens da TV, captadas de um helicóptero mostraram um homem jovem sendo conduzido algemado por agentes para dentro de uma delegacia policial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos