Três suspeitos de ligação com atentados de Barcelona e Cambrils são detidos

Madri, 20 Fev 2018 (AFP) - O ministério do Interior espanhol anunciou nesta terça-feira a detenção na França de três pessoas relacionadas com Driss Oukabir, suposto membro da célula que cometeu, em agosto de 2017, o duplo atentado jihadistas em Barcelona e Cambrils, na Catalunha.

As três pessoas foram detidas nos departamentos de Gard e Tarn (sudeste), em uma operação lançada conjuntamente pela polícia francesa, informou o ministério espanhol em um comunicado.

O documento de identidade de Oukabir foi utilizado para alugar a van que serviu para realizar o atropelamento coletivo nas Ramblas de Barcelona, deiando 14 mortos.

O motorista, Younes Abouyaakoub, foi abatido em 21 de agosto pela polícia.

Driss Oukabir, um marroquino que cresceu na Catalunha, é o irmão mais velho de Moussa, de 17 anos, também suposto membro da célula que organizou os atentados que deixaram, no total, 16 mortos.

Moussa e outros quatro jovens foram abatidos pela polícia durante o ataque em Cambrils, cidade costeira da Catalunha.

Primeiro Oukabir afirmou que seu irmão roubou seus documentos para alugar a van, mas depois disse que a alugou de uns amigos de seu irmão para fazer um carregamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos