Brexit: premiê britânica não tolerará ameaças à integridade do Reino Unido

Londres, 28 Fev 2018 (AFP) - A primeira-ministra britânica Theresa May alertou nesta quarta-feira no Parlamento que a proposta europeia de que a Irlanda do Norte continue na união alfandegária é uma ameaça para a integridade do Reino Unido e que não tolerará isso.

"O rascunho que foi publicado pela Comissão Europeia, se aplicado, prejudica o mercado comum britânico e ameaça a integridade constitucional do Reino Unido", afirmou May.

Ela alertou que "nenhum primeiro-ministro jamais consentirá esta proposta".

Mais cedo, o negociador-chefe da UE, Michel Barnier, afirmou que a província britânica da Irlanda do Norte poderá conservar normas conformes às da união alfandegária após o Brexit.

Segundo ele, que apresentou um primeiro rascunho do Tratado do Brexit nesta quarta, o texto inclui uma solução para que a Irlanda do Norte siga em "completa harmonia" com a Irlanda, membro da UE, no tocante ao mercado único e à união alfandegária, se não for encontrada outra solução.

A União Europeia publicou sua primeira versão do Tratado do Brexit, um passo nas negociações com Londres, mas que poderá reavivar os desacordos sobre o conteúdo deste texto.

O documento de 120 páginas traduz em linguagem jurídica os compromissos alcançados em dezembro sobre três questões-chave: a situação do expatriados, a fatura da ruptura do Reino Unido com a UE e o futuro da fronteira irlandesa.

Também fixa as regras do jogo do período de transição que o Reino Unido deseja ter depois de sua saída, prevista para o final de março de 2019, para evitar os efeitos que pode ter uma separação brusca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos