PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mais de 6.500 pessoas deixam a região síria de Ghuta Oriental

27/03/2018 06h03

Damasco, 27 Mar 2018 (AFP) - Um comboio de 100 ônibus que transporta 6.749 pessoas, das quais 25% são milicianos rebeldes, saiu durante a noite do reduto insurgente de Ghuta Oriental, perto de Damasco, informou nesta terça-feira a agência oficial síria SANA.

O comboio, o maior desde o início das operações de retirada em Ghuta Oriental, partiu de um setor controlado pelo grupo rebelde Faylaq al-Rahman, de acordo com a agência.

A operação é parte de um acordo anunciado na semana passada entre o grupo islamita e a Rússia, país que é o principal aliado do governo sírio, após uma ofensiva aérea e terrestre iniciada em 18 de fevereiro que permitiu ao regime controlar a maior parte do bastião rebelde de Ghuta Oriental, que estava cercado desde 2013.

As tropas governamentais sírias conquistaram mais de 90% de Ghuta Oriental.

Derrotados militarmente, os diversos movimentos rebeldes aceitaram abandonar suas posições em Ghuta Oriental e seguir para Idlib, província do noroeste da Síria controlada pelos insurgentes.

O governo sírio anunciou no início do ano a intenção de retomar o controle de Ghuta Oriental, uma zona a partir da qual os rebeldes lançavam obuses e foguetes contra Damasco.

Internacional