Quase US$ 30 milhões confiscados em operações vinculadas a ex-premier da Malásia

Kuala Lumpur, 25 Mai 2018 (AFP) - A polícia da Malásia anunciou nesta sexta-feira a apreensão de mais de 400 bolsas e quase 30 milhões de dólares em espécie em novas operações em apartamentos de luxo, no âmbito de uma investigação por corrupção contra o ex-primeiro-ministro Najib Razak.

A polícia encontrou o dinheiro e um vasto "tesouro" de bolsas de alto valor em dois condomínios de luxo de Kuala Lumpur.

Najib foi primeiro-ministro do país de 2009 até as eleições de 10 de maio.

A polícia realizou operações, nas últimas duas semanas, em 12 locais, incluindo a casa do ex-chefe de Governo da Malásia, como parte de uma investigação sobre um grande escândalo de desvio de fundos públicos que contribuiu para a recente derrota eleitoral da coalizão de Najib, que estava no poder há 61 anos.

O caso provocou indignação na Malásia pelas denúncias de corrupção relacionadas a Najib, sua família e seus amigos, acusados de saquear o fundo estatal 1MDB.

O ex-primeiro-ministro é suspeito de ter desviado o equivalente a 640 milhões de euros desta empresa pública, criada para modernizar a Malásia, um país do sudeste asiático de 32 milhões de habitantes, em sua maioria muçulmanos.

O dinheiro foi encontrado em 35 bolsas, enquanto outras 37 guardavam relógios e joias, que ainda terão os valores calculados, segundo a polícia.

O diretor do departamento policial de crimes financeiros, Amar Singh, afirmou: "Do dinheiro encontrado, havia 26 tipos de moedas, o valor total chega 114 milhões de ringgit (28,6 milhões de dólares)".

Também foram encontradas 284 caixas com carteiras de design de luxo. A polícia confiscou ainda 150 bolsas de mão em outro apartamento no mesmo complexo, onde mora a filha de Najib.

Najib Razak, que sempre negou qualquer crime, foi objeto de uma investigação quando estava no poder.

Mas o novo governo, dirigido por Mohamad Mahathir, que venceu as legislativas de 9 de maio, prometeu retomar as investigações do caso 1MDB.

Há duas semanas foram apreendidas 72 maletas com dinheiro, joias e muitas bolsas de luxo na casa de Najib, que foi alvo de uma operação, e em outros locais de luxo da capital, Kuala Lumpur, como parte da investigação.

pl-sr/rma/fa/pb/acc/fp

HERMES INTERNATIONAL

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos