FARC denuncia assassinato de 24 ex-combatentes na Colômbia em 2018

Bogotá, 29 Mai 2018 (AFP) - O partido das FARC, que emergiu do acordo de paz do governo colombiano com a guerrilha, denunciou nesta terça-feira a morte de 24 ex-combatentes até agora este ano.

Somente na última semana, três ex-guerrilheiros que estavam em processo de reintegração social e econômica no sudoeste da Colômbia foram assassinados, informou a organização em comunicado.

Cristián Bellaizac, Jhon Jairo Ruiz e Wilinton Bravo morreram entre 22 e 26 de maio em regiões pobres do Vale do Cauca e Cauca, segundo o documento.

Com estas mortes, chega a "24 o número de assassinatos de ex-combatentes" até agora este ano, disse a Força Revolucionária Alternativa do Comum (FARC).

Desde que foi assinado o acordo que levou ao desarmamento de 7.000 rebeldes, 40 militantes do novo partido foram mortos, de acordo com um relatório fornecido na semana passada ao presidente Juan Manuel Santos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos