PUBLICIDADE
Topo

Internacional

FARC denuncia assassinato de 24 ex-combatentes na Colômbia em 2018

29/05/2018 14h02

Bogotá, 29 Mai 2018 (AFP) - O partido das FARC, que emergiu do acordo de paz do governo colombiano com a guerrilha, denunciou nesta terça-feira a morte de 24 ex-combatentes até agora este ano.

Somente na última semana, três ex-guerrilheiros que estavam em processo de reintegração social e econômica no sudoeste da Colômbia foram assassinados, informou a organização em comunicado.

Cristián Bellaizac, Jhon Jairo Ruiz e Wilinton Bravo morreram entre 22 e 26 de maio em regiões pobres do Vale do Cauca e Cauca, segundo o documento.

Com estas mortes, chega a "24 o número de assassinatos de ex-combatentes" até agora este ano, disse a Força Revolucionária Alternativa do Comum (FARC).

Desde que foi assinado o acordo que levou ao desarmamento de 7.000 rebeldes, 40 militantes do novo partido foram mortos, de acordo com um relatório fornecido na semana passada ao presidente Juan Manuel Santos.

Internacional