PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Expedido mandado de prisão contra suposto cúmplice de autor de atentado em Berlim

05/07/2018 18h55

Berlim, 5 Jul 2018 (AFP) - A Justiça alemã expediu um mandado de prisão contra o suposto cúmplice de Anis Amri, autor do atentado de dezembro de 2016 em uma feira de Natal, em Berlim, que matou 12 pessoas, noticiaram veículos de imprensa alemãs nesta quinta-feira (5).

Os investigadores suspeitam que o tunisiano de 32 anos, Meher D., teria sido o instrutor de Anis Amri no grupo Estado Islâmico e que ele o teria instigado a cometer o atentado, segundo o jornal Süddeutsche Zeitung e os canais de televisão NDR e WDR.

O suspeito poderia estar na Líbia, onde se juntou ao Estado Islâmico em 2015, segundo a Justiça alemã, que o procura por "associação a grupo terrorista e cumplicidade em assassinato", segundo as mesmas fontes.

Um porta-voz da promotoria se recusou a comentar o caso.

Em 19 de dezembro de 2016, Anis Amri, 23 anos, acelerou um caminhão que dirigia contra uma feira de Natal na capital alemã, deixando 12 mortos e 48 feridos. O ataque foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

Amri foi morto quatro dias depois, durante um controle de identidade em Milão, na Itália.

Internacional