PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Polônia pode não estar pronta para base militar, diz secretário do Exército dos EUA

19/09/2018 20h02

Washington, 19 Set 2018 (AFP) - A Polônia pode ainda não estar pronta para ter uma base militar americana, disse nesta quarta-feira (19) o secretário do Exército dos Estados Unidos, Mark Esper, um dia após o presidente do país, Andrzej Duda, oferecer abrigar o "Forte Trump".

Na terça-feira, Duda foi à Casa Branca para reiterar o antigo desejo da Polônia de mobilizar de maneira permanente militares americanos neste país do leste da Europa, algo que poderia incomodar a Rússia e reduzir o número de soldados americanos nas bases estabelecidas há muito tempo na Alemanha.

Mas Mark Esper disse à AFP que quando visitou a Polônia, em janeiro, lhe pareceu que não havia espaço suficiente para o treinamento necessário dos soldados americanos.

"Não era suficiente em termos de tamanho e do que poderíamos fazer em espaço de manobras e de campos de tiro", declarou Esper, encarregado das forças terrestres.

"É necessário muito espaço de tiro para fazer artilharia de tanques, por exemplo".

Esper acrescentou que em muitos casos o terreno "talvez não seja suficientemente grande para nos permitir manter o nível de preparação que gostaríamos de manter".

O secretário da Defesa, Jim Mattis, expressou na terça-feira uma preocupação similar, dizendo que há uma "variedade de detalhes" que precisam ser estudados junto aos poloneses antes de tomarem qualquer decisão.

Na terça-feira, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que a Polônia ofereceu pagar a Washington ao menos dois bilhões de dólares para ajudar a dissolver os custos da base, que Duda propôs chamar "Forte Trump".

Esper tem previsto visitar a Europa no final de semana, com paradas em Alemanha, Bulgária e França.

Internacional