PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Navio suíço é alvo de ataque na costa da Nigéria

22/09/2018 20h41

Genebra, 22 Set 2018 (AFP) - Um navio operando sob a bandeira suíça foi atacado na costa da Nigéria, informou o Ministério de Relações Exteriores da Suíça.

A imprensa suíça reportou, por sua vez, que 12 tripulantes foram sequestrados.

O Ministério das Relações Exteriores foi "informado do ataque ao navio Glarus, de bandeira suíça, ao longo da costa nigeriana", informa um comunicado enviado à AFP.

As autoridades suíças estão em contato com o armador, acrescentou a mesma fonte, sem fornecer mais detalhes.

De acordo com a imprensa suíça, piratas atacaram a embarcação que transportava trigo de Lagos para Port Harcourt (sul da Nigéria) e sequestraram 12 dos 19 tripulantes.

A Massoel Shipping, proprietária do Glarus, não pôde ser contatada.

Em 2017, dos 16 incidentes em todo o mundo onde barcos foram alvos de disparos, sete ataques foram registrados no Golfo da Guiné. Um total de 10 incidentes com reféns envolvendo 65 tripulantes foram contabilizados no ano passado nas águas ao largo da Nigéria.

Os piratas que operam na Nigéria, Togo ou Benin são geralmente bem armados e violentos. Eles às vezes sequestram os navios por vários dias, o tempo para saquear e brutalizar as tripulações, cada vez menos inclinados a navegar nessas águas. Outros os liberam depois de pagar um resgate.

Internacional