PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Avião americano com ajuda humanitária à Venezuela parte para Cúcuta

22/02/2019 11h44

Miami, 22 Fev 2019 (AFP) - O representante especial dos Estados Unidos para a Venezuela, Elliott Abrams, partiu nesta sexta-feira da Flórida para a cidade colombiana de Cúcuta no quinto avião da agência de desenvolvimento USAID transportando ajuda humanitária para a Venezuela.

Um avião de carga C-17 da Força Aérea americana decolou de Homestead, ao sul de Miami, e chegará ao meio-dia em Cúcuta, um dia antes do prazo estabelecido pelo líder da oposição Juan Guaidó para a entrada da ajuda humanitária.

No total, os Estados Unidos estão enviando "insumos médicos e alimento suficiente para alimentar 2.000 pessoas em um mês", declarou Abrams a repórteres na base militar.

Abrams vai se reunir em Cúcuta com o presidente colombiano Iván Duque e os seus colegas do Chile e Paraguai, Sebastian Piñera e Mario Abdo.

"A situação humanitária e socioeconômica na Venezuela é muito ruim e há uma grande necessidade de alimentos e suprimentos, e a comunidade internacional está respondendo" ao pedido de ajuda de Guaidó, reconhecido por cinquenta países como presidente interino, apontou Abrams.

O enviado especial reiterou o apelo ao exército venezuelano "para não bloquear esta ajuda, que é desesperadamente necessária".

Desde 4 de fevereiro, a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) enviou cinco aviões com 191 toneladas de suprimentos, incluindo medicamentos para 40.000 pessoas por 90 dias, equipamentos médicos como cadeiras de rodas e muletas; barras alimentares e nutricionais.

Os Estados Unidos enviaram ajuda à fronteira venezuelana através de voos militares e comerciais.

lm/ltl/mr

Internacional