Topo

Preso simpatizante do Hamas que ameaçou explodir a Torre Trump em NY

22/05/2019 22h58

Nova York, 23 Mai 2019 (AFP) - Um jovem que ameaçou explodir a Torre Trump e o consulado de Israel em Nova York, foi preso na quarta-feira em Nova Jersey, garantiu o procurador federal desse estado.

Os investigadores afirmam ter encontrado uma série de mensagens ameaçadoras publicadas nas redes sociais por Jonathan Xie, de 20 anos, nas quais simpatizava com as brigadas Al-Qassam, o braço armado do movimento islamista Hamas.

Xie, originário de Basking Ridge, uma comunidade de Nova Jersey, foi acusado de tentativa de apoio a um grupo terrorista, falso testemunho e ameaça interestadual, e pode ser condenado a mais de 20 anos de prisão.

"A ameaça dos extremistas violentos, autorradicalizados nos Estados Unidos, continua persistente", disse o procurador Craig Carpenito através de um comunicado.

Foi informado que Xie enviou 100 dólares em dezembro passado a um suposto membro da Brigada Al-Qassam e falou para ele no Instagram: "Sei que é ilegal".

Em fevereiro, disse que queria se alistar no exército americano "para aprender a matar". Em abril, publicou no Instagram duas fotos da Torre Trump junto com uma mensagem onde dizia que queria por uma bomba.

Sobre uma foto, escreveu a pergunta: "Deveríamos explodir a Torre Trump?" e pediu que respondessem "sim" ou "não" numa enquete acompanhada de um emoji de bomba.

Em abril, também no Instagram, exibiu uma bandeira do Hamas e uma arma, assegurando que queria ir a "um desfile pró-Israel" e "matar todos", segundo o procurador.

A última tentativa de um atentado em Nova York ocorreu em dezembro de 2017 quando um cidadão de Bangladesh, inspirado pelo Estado Islâmico, tentou detonar uma bomba na estação de metrô de Times Square, mas acabou gravemente ferido.

Declarado culpado em novembro passado, ouvirá a sentença em 10 de setembro.

cat/la/mps/lda/lca

Internacional