Topo

Chefe do governo sírio anuncia iniciativa para país sair da crise

16/06/2019 16h00

Trípoli, 16 Jun 2019 (AFP) - O chefe do Governo de Acordo Nacional (GNA) da Líbia, Fayez Al Sarraj, única autoridade reconhecida pelas Nações Unidas nesse país, anunciou neste domingo uma iniciativa política que prevê eleições antes do fim do ano, para sair da profunda crise que atinge a nação.

Fayez al Sarraj, que dirige um governo com sede em Trípoli, crê que a ofensiva lançada há mais de dois meses pelas forças do homem forte do leste da Líbia, o marechal Khalifa Haftar, para controlar a capital, está condenada ao fracasso.

"Partindo da minha responsabilidade nacional e apesar da brutal ofensiva que continuaremos combatendo (...) e vencendo, apresento hoje uma iniciativa política para sair da crise", disse Fayez al Sarraj, numa mensagem transmitida pelo canal de televisão "Libia al Wataniya", instalado em Trípoli.

"Em coordenação com a Missão de Apoio da ONU na Líbia" (Manul), Sarraj propôs a realização de um "foro líbio" para reunir "as forças nacionais política e socialmente influentes e partidárias de uma solução pacífica e democrática".

Esta iniciativa prevê também a realização simultânea de "eleições presidenciais e legislativas antes do fin de 2019", apesar de não apresentar uma data.

Após dois meses de uma ofensiva para tomar a capital Trípoli, as forças de Haftar, inicialmente baseado em Bengasi, e sua milícia o Exército Nacional Líbio (ENL), seguem paradas perto de Trípoli.

Ambas partes se negaram até agora a negociar cessar fogo.

A Líbia está mergulhada no caos desde a queda -com apoio ocidental- do ditador Muammar Kadafi, em 2011, que abriu o caminho para a luta entre dois governos paralelos no país.

bur-rb/feb/pb/age/lca

Mais Internacional