Topo

Panelas elétricas abandonadas geram alarme falso no metrô de NY

16.ago.2019 - Policiais de Nova York são vistos perto da estação do metrô Fulton Street, onde objetos suspeitos foram encontrados - Jeenah Moon/Reuters
16.ago.2019 - Policiais de Nova York são vistos perto da estação do metrô Fulton Street, onde objetos suspeitos foram encontrados Imagem: Jeenah Moon/Reuters

16/08/2019 14h10

Manhattan ficou em alerta por mais de duas horas na manhã de hoje depois que três itens suspeitos foram encontrados no metrô, mas que acabaram se revelando apenas panelas elétricas de arroz vazias e inofensivas.

O alerta foi dado por volta das 7h da manhã, hora local, quando um passageiro localizou uma panela abandonada na estação de metrô da Fulton Street, perto do World Trade Center, um bairro reconstruído após os ataques de 11 de setembro de 2001, explicou a polícia de Nova York em coletiva de imprensa.

Foi, então, encontrada uma segunda panela em outro lugar da mesma estação. A área foi rapidamente evacuada, e duas das principais linhas de metrô, interrompidas.

As duas panelas na estação Fulton Street foram deixadas pelo mesmo homem, que as tirou de um carrinho, segundo imagens das câmeras de segurança.

Enquanto a polícia anunciava que havia verificado que os objetos eram inofensivos, um terceiro objeto suspeito foi encontrado um pouco mais ao norte, na área de Chelsea.

Segundo a polícia, o objeto também era uma panela elétrica de arroz vazia.

Foi em Chelsea que uma panela de pressão com uma bomba caseira explodiu em setembro de 2016, causando pânico e ferindo 31 pessoas em uma cidade que não registrava um ataque desde 2001.

Um simpatizante jihadista de origem afegã, Ahmad Rahimi, foi considerado culpado por colocar três bombas no total - uma em Nova Jersey e duas em Chelsea -, embora apenas uma delas tenha explodido.

Ele foi condenado à prisão perpétua em fevereiro de 2018.

Mais Internacional