Topo

Crise climática não estará na agenda da cúpula do G7 nos EUA

Calotas de gelo derretendo: consequências das mudanças climáticas - Getty Images
Calotas de gelo derretendo: consequências das mudanças climáticas Imagem: Getty Images

17/10/2019 15h19

Washington, 17 Out 2019 (AFP) - A crise climática não estará na agenda da cúpula do G7 em 2020, a ser realizada em um clube de golfe de propriedade de Donald Trump na Flórida, anunciou a Casa Branca nesta quinta-feira.

"A mudança climática não estará na agenda", disse o chefe de gabinete Mick Mulvaney aos repórteres.

Trump, um cético das mudanças climáticas, retirou seu país do acordo de Paris e se afastou de todas as iniciativas para combater o aquecimento global em grandes eventos internacionais.

Alguns incêndios devastadores colocaram o futuro da Amazônia, a maior floresta tropical do planeta, no centro das discussões durante a última reunião de líderes das principais potências econômicas em agosto.

Mulvaney também comunicou que a cúpula do G7 será realizada num resorte de Trump.

A ideia, que o próprio Trump defendeu abertamente durante o último G7 em Biarritz, na França, provocou uma onda de críticas e perguntas sobre possíveis conflitos de interesse.

Meio Ambiente