Topo

Estudante mata colega de turma e depois se suicida na Rússia

De Moscou, Rússia

14/11/2019 10h03

Resumo da notícia

  • Um estudante foi morto, e outros três, feridos, em ataque na Rússia
  • Colega de turma da vítimas, autor do ataque, cometeu suicídio em seguida
  • Drama ocorreu em Blagovechtchensk, pequena cidade russa na fronteira com a China

Um estudante foi morto, e outros três, feridos, nesta quinta-feira (14), por um colega de turma que, em seguida, cometeu suicídio em um centro educacional de uma cidade no Extremo Oriente da Rússia.

"Um estudante de 19 anos matou um colega de turma e feriu outros três com uma arma de fogo registrada, em um prédio da escola técnica 'Amor pela Construção e Engenharia Urbana'", informou o comitê de educação russo da região em um comunicado.

O drama ocorreu em Blagovechtchensk, uma pequena cidade russa na fronteira com a China, disseram as autoridades.

O estado de saúde dos três feridos de 17, 19 e 20 anos não foi detalhado pela fonte, que acrescentou que "o suspeito atirou na própria cabeça e morreu".

Segundo a polícia local, citada pelas agências de notícias russas, a causa do tiroteio pode ser um conflito entre os estudantes.

Os vídeos publicados na Internet mostram o instituto técnico em questão, localizado próximo ao centro desta cidade de 225.000 habitantes, em torno do qual estão estacionados inúmeros carros da polícia.

O comitê russo indicou que havia iniciado uma investigação e que estava conduzindo interrogatórios de funcionários e estudantes.

Tiroteios em escolas, ou locais públicos, são raros na Rússia, onde o controle de armas é muito rigoroso.

Em outubro de 2018, porém, um estudante matou 19 pessoas antes de cometer suicídio em uma escola de Ensino Médio em Kertch, uma cidade na península ucraniana anexada da Crimeia. O massacre chocou o país.

Internacional