Topo

Narcotráfico aumentou mais de 50% com Maduro, diz almirante dos EUA

YURI CORTEZ / AFP
Imagem: YURI CORTEZ / AFP

em Miami (EUA)

14/11/2019 20h07

O narcotráfico envolvendo a Venezuela aumentou mais de 50% na gestão do presidente Nicolás Maduro, disse hoje o almirante Craig Faller, chefe do Comando Sul dos EUA, que compreende Caribe, América Central e do Sul.

Segundo o almirante, Maduro - no poder desde 2013 - favorece a atividade de traficantes de drogas e criminosos, e deu refúgio a "grupos terroristas", que ele acusou de "desestabilizar" a região.

"Estamos vendo um aumento no tráfico de drogas da Venezuela, o que é ajudado e motivado pelo regime ilegítimo de Maduro", disse Faller na abertura da Conferência de Segurança das Nações do Caribe, em Miami.

Falando aos repórteres, Faller afirmou que o governo Maduro, cuja autoridade os Estados Unidos não reconhecem, se enriqueceu às custas do narcotráfico.

"Há um aumento de mais de 50% no tráfico de drogas através da Venezuela, e Maduro e seus companheiros estão enchendo seus bolsos em conluio com o tráfico de drogas", disse o almirante, sem especificar um período de tempo para esse aumento.

Faller destacou que "grupos terroristas", como os guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e dissidências das extintas FARC que não aceitaram o processo de paz de 2016 na Colômbia "refugiam-se na Venezuela".

De lá "eles podem operar para desestabilizar a região, ameaçando bons vizinhos e democracias como a Colômbia".

Internacional