PUBLICIDADE
Topo

Cidadão francês morre sob custódia de agentes de imigração nos EUA

Fila para a imigração em aeroporto nos EUA - Steve Sapp/Flickr U.S. Customs and Border Protection Follow
Fila para a imigração em aeroporto nos EUA
Imagem: Steve Sapp/Flickr U.S. Customs and Border Protection Follow

02/01/2020 06h10

Houston, Estados Unidos, 2 Jan 2020 (AFP) - Um cidadão francês nascido em Angola morreu sob custódia de agentes de imigração dos Estados Unidos.

Em um comunicado, o serviço de imigração e controle de alfândegas dos Estados Unidos identifica a vítima apenas como "um homem de 40 anos nativo de Angola e cidadão da França".

A vítima faleceu no domingo (29) em um hospital de Albuquerque, no estado do Novo México.

As autoridades aguardam uma autópsia para determinar a causa oficial da morte. Funcionários do consulado da França foram informados do caso e estão tentando localizar os parentes mais próximos.

Em outubro, o camaronês Nebane Abienwi, 37 anos, morreu após uma hemorragia cerebral quando estava sob custódia dos agentes de imigração em San Diego, no estado da Califórnia.

Após esta morte, o cubano Roylan Hernández-Díaz, 53 anos, faleceu em um aparente suicídio quando estava detido pelo serviço de imigração da Louisiana.

Entre dezembro de 2018 e maio de 2019, cinco crianças guatemaltecas morreram depois que foram detidas por agentes da fronteira.

Internacional