PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Sérvia e Kosovo retomarão diálogo com mediação da União Europeia

25.jan.2018 - O rio Ibar, que divide as comunidades albanesas e sérvias que vivem em Mitrovica, Kosovo - Andrew Testa/The New York Times
25.jan.2018 - O rio Ibar, que divide as comunidades albanesas e sérvias que vivem em Mitrovica, Kosovo Imagem: Andrew Testa/The New York Times

06/07/2020 08h59

Os líderes da Sérvia e de Kosovo devem participar no domingo (12) em Bruxelas de sua primeira reunião desde 2018 como parte dos esforços da UE (União Europeia) para a retomada do diálogo entre os dois países, anunciou hoje a diplomacia europeia.

"Os debates serão retomados, assim como o trabalho de chegar a um acordo amplo e juridicamente vinculante sobre a normalização das relações entre Sérvia e Kosovo", afirmou o porta-voz da diplomacia europeia, Peter Stano.

O presidente sérvio, Aleksandar Vucic, e o primeiro-ministro kosovar, Avdullah Hoti, se reunirão para examinar "os assuntos pendentes", explicou Stano.

A reunião, com a participação do chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, será realizada dois dias depois de uma reunião por videoconferência entre os dois países, sob a mediação da França, Alemanha e UE, para retomar o diálogo.

"São eventos complementares, se retroalimentam", disse Stano, ao destacar que os atos organizados pela UE e seus países membros têm um "objetivo comum". "Não é uma coincidência", acrescentou.

Duas décadas depois da última das guerras que levaram à desintegração da Iugoslávia (1998-1999), a Sérvia não reconhece a independência proclamada em 2008 por sua outrora província, Kosovo.

A UE transformou a normalização das relações entre os países vizinhos em uma prioridade, em nome do desenvolvimento econômico e de sua eventual futura integração ao bloco europeu.

A Sérvia já negocia uma adesão, mas não o Kosovo, que não conta com uma posição unânime dos 27 membros: Espanha, Grécia, Romênia, Eslováquia e Chipre não reconhecem a independência unilateral do território.

Os Estados Unidos adiaram uma reunião entre Sérvia e Kosovo em junho depois que o presidente kosovar, Hashim Thaçi, foi acusado de crimes de guerra no conflito com a Sérvia (1998-1999) pelos promotores do Tribunal Especial de Haia.

Internacional