PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Oposição denuncia o assassinato de um candidato às parlamentares na Venezuela

Oposição denuncia o assassinato de um candidato às parlamentares na Venezuela - Carlos Garcia Rawlins/Reuters
Oposição denuncia o assassinato de um candidato às parlamentares na Venezuela Imagem: Carlos Garcia Rawlins/Reuters

26/11/2020 19h31

Caracas, 26 Nov 2020 (AFP) - Líderes do partido de oposição Primero Venezuela denunciaram hoje o assassinato de um candidato às eleições parlamentares durante um ato de campanha no estado de Trujillo (oeste).

"Ele sofreu oito ferimentos a bala, infelizmente o assassinaram vilmente", disse o deputado José Brito à AFP ao denunciar o "assassino" de Waldo Santeliz, membro de uma das organizações participantes nas eleições de 6 de dezembro, apesar do boicote aos partidos que concentram a maioria da oposição do país.

Cerca de mil pessoas participavam do ato no qual Santeliz, de 61 anos, foi assassinado, disse Brito durante entrevista coletiva em Caracas.

Brito, que aspira à reeleição parlamentar, garantiu que tanto Santeliz como outros deputados receberam "ameaças de morte" de um ex-prefeito e candidato do partido no poder à Assembleia Nacional, pelo controle da região.

"Exigimos das autoridades a prisão imediata e de seus atiradores. Eles não podem continuar a nos intimidar", destacou Brito, afirmando que "os pistoleiros que atiraram são funcionários" de um candidato do chavismo.

O partido Primero Venezuela reúne deputados que romperam com o líder da oposição Juan Guaidó.

Internacional