PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Barco naufraga no Mediterrâneo com 130 migrantes a bordo

Pelo menos 453 migrantes morreram afogados no Mediterrâneo desde o início de 2021 - Yannis Behrakis/Reuters
Pelo menos 453 migrantes morreram afogados no Mediterrâneo desde o início de 2021 Imagem: Yannis Behrakis/Reuters

22/04/2021 20h10

Roma, 22 Abr 2021 (AFP) - A ONG SOS Méditerranée informou, nesta quinta-feira (22), ter detectado dezenas de corpos perto da costa da Líbia ao lado de um bote inflável, que adernou com cerca de 130 migrantes a bordo.

O SOS Méditerranée havia recebido um alerta na terça-feira do Alarm Phone, um grupo de voluntários que informa sobre migrantes em dificuldade em alto mar, a respeito da presença de três embarcações em águas internacionais perto da costa da Líbia.

O Ocean Viking, o navio humanitário desta ONG, e navios de carga se aproximaram da área apesar das difíceis condições de navegação, com ondas de seis metros.

Um dos navios mercantes encontrou três corpos de migrantes mortos e, em seguida, um dispositivo da Frontex, a agência europeia de controle de fronteiras, encontrou os restos do barco inflável.

"Desde a nossa chegada ao local não encontramos sobreviventes, apesar de termos visto pelo menos dez corpos perto dos destroços" do barco, explicou em nota Luisa Albera, coordenadora de busca e salvamento a bordo do Ocean Viking.

"Não temos nenhuma esperança de encontrar sobreviventes", reconheceu Emmanuelle Chaze, jornalista que faz parte da tripulação do navio humanitário, em entrevista por telefone à AFP.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e a Organização Internacional para as Migrações (OIM) anunciaram na semana passada que encontraram os corpos de 41 migrantes, incluindo uma criança, após o naufrágio em alto mar perto da Tunísia.

Pelo menos 453 migrantes morreram afogados no Mediterrâneo desde o início de 2021, a maioria deles na rota central que conecta as costas da Tunísia e da Líbia com as da Itália.

Internacional