PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

NY obrigará funcionários públicos a se vacinarem ou testarem semanalmente

Cidade de Nova York exigirá que todos os seus funcionários públicos sejam vacinados contra a covid-19 ou façam exames semanais, anunciou o prefeito, Bill de Blasio - Emaz/VIEWpress
Cidade de Nova York exigirá que todos os seus funcionários públicos sejam vacinados contra a covid-19 ou façam exames semanais, anunciou o prefeito, Bill de Blasio Imagem: Emaz/VIEWpress

26/07/2021 14h36Atualizada em 26/07/2021 15h04

A cidade de Nova York exigirá que todos os seus funcionários públicos sejam vacinados contra a covid-19 ou façam exames semanais, anunciou o prefeito, Bill de Blasio, nesta segunda-feira (26).

A medida entrará em vigor em 13 de setembro e afetará mais de 300 mil pessoas, incluindo policiais, bombeiros e professores na maior cidade dos Estados Unidos, onde a variante Delta está se espalhando de forma alarmante.

"O objetivo é nossa recuperação. O objetivo é proteger as pessoas", disse de Blasio em coletiva de imprensa.

De Blasio já havia alertado na semana passada que milhares de funcionários de hospitais públicos de Nova York terão que ser vacinados ou fazer exames semanais.

59% dos nova-iorquinos receberam pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19. A taxa de vacinação está diminuindo.

Em todo o país, 57% dos cidadãos receberam a primeira dose e 49% estão totalmente vacinados.

As vacinas são muito eficazes na prevenção de hospitalização e mortes, e as infecções entre os imunizados permanecem pouco frequentes.

A variante Delta é responsável por mais de 89% das infecções nos Estados Unidos.

Nesta segunda-feira, 57 grupos representando milhões de médicos, enfermeiras, farmacêuticos e outros profissionais de saúde pediram a vacinação obrigatória para os profissionais de saúde.

"A saúde e a segurança dos trabalhadores, famílias, residentes e da nação dos Estados Unidos dependem disso", afirmam em comunicado.

Coronavírus