PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

ONU destina fundo emergência para apoiar o sistema de saúde do Afeganistão

Imagem de arquivo; país enfrenta crise humanitária, provocada pelas milhares de pessoas deslocadas pela violência durante a campanha dos talibãs - Wakil Kohsar/AFP
Imagem de arquivo; país enfrenta crise humanitária, provocada pelas milhares de pessoas deslocadas pela violência durante a campanha dos talibãs Imagem: Wakil Kohsar/AFP

Em Genebra

22/09/2021 07h04

A ONU liberou US$ 45 milhões de ajuda de emergência para apoiar o sistema de saúde do Afeganistão, que está à beira do colapso, anunciou Martin Griffiths, vice-secretário-geral das Nações Unidas para Assuntos Humanitários.

"Os medicamentos, materiais médicos e a gasolina estão acabando no Afeganistão. A cadeia de frio está em risco. Os profissionais de saúde, indispensáveis, não estão sendo pagos", explicou Griffiths em um comunicado.

A verba desbloqueada será destinada à OMS (Organização Mundial da Saúde) e ao Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). O dinheiro deve permitir, com o auxílio de ONGs nacionais e internacionais, o funcionamento de centros médicos como os hospitais que atendem pacientes de covid-19, destacou Griffiths, que se reuniu recentemente no Afeganistão com representantes do governo Talibã.

"Permitir o colapso do sistema de saúde afegão teria consequências desastrosas", afirmou. O país enfrenta uma grave crise humanitária, provocada pelas dezenas de milhares de pessoas deslocadas pela violência durante a campanha dos talibãs para conquistar o poder.

Além disso, o país sofre com uma crise econômica, uma seca e a pandemia.

Internacional