PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Onda de calor e bitcoin: agência reúne 10 recordes batidos em 2021

Mulher usa sombrinha perto do Coliseu, em Roma, durante onda de calor na Itália - Guglielmo Mangiapane/Reuters
Mulher usa sombrinha perto do Coliseu, em Roma, durante onda de calor na Itália Imagem: Guglielmo Mangiapane/Reuters

Paris

02/12/2021 08h39

De temperaturas escaldantes a conquistas esportivas e grandes vendas de arte contemporânea, seguem 10 recordes de 2021.

Mês mais quente

Julho de 2021 foi o mês mais quente já registrado globalmente, afirma a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA). Incêndios florestais na Sibéria, América do Norte e em torno do Mediterrâneo causaram níveis recordes de emissões de CO2 em julho e agosto, informou o serviço de monitoramento da Terra da UE.

Preços recordes de gás

Com a reabertura das economias em todo o mundo após o sono induzido pela covid e em meio ao aumento da demanda de gás na Ásia e aos baixos preços das ações na Europa, os preços do gás atingiram picos recordes. O preço de referência do gás TTF holandês na Europa chegou a 162,12 euros por megawatt-hora.

Maior transporte aéreo

Os Estados Unidos realizaram em agosto o maior transporte aéreo de sua história, superando o de Saigon, no final da guerra do Vietnã. Depois que o Talibã assumiu o controle do Afeganistão após a retirada das tropas americanas, os EUA evacuaram mais de 123.000 pessoas de Cabul, incluindo cidadãos americanos, intérpretes e outros que apoiaram sua missão no país. Em 1975, 55.000 pessoas foram evacuadas do Vietnã.

Incursões chinesas

A mais dramática incursão chinesa na disputada Taiwan ocorreu no início de outubro, quando a China comemorou seu Dia Nacional anual e um recorde de 149 voos cruzaram a zona de defesa aérea do sudoeste de Taiwan em quatro dias.

Canal de Suez bloqueado

O gigantesco navio de carga Ever Given bloqueou o Canal de Suez em março, interrompendo os embarques por seis dias em uma das vias navegáveis mais movimentadas do mundo.

O navio, quase tão longo quanto o edifício Empire State de Nova York e mais de quatro campos de futebol, causou um congestionamento recorde de 422 embarcações carregadas com 26 milhões de toneladas de mercadorias, agravando as dificuldades de abastecimento durante a pandemia de covid-19.

O bitcoin sobe

O bitcoin atingiu níveis recordes no final de 2021, sendo avaliado em 68.513 dólares em 9 de novembro. Ao longo do ano passado, a criptomoeda conquistou cada vez mais o apoio de pequenos e grandes investidores, que a veem como uma forma de se proteger contra a inflação que nos Estados Unidos atingiu em outubro o seu ponto mais alto em 30 anos.

Loucos por arte

2021 foi marcado por vendas recordes de arte, com obras de Frida Kahlo, Pierre Soulages e Banksy atingindo níveis altíssimos. As receitas de vendas de arte contemporânea nunca foram tão altas, totalizando 2,7 bilhões de dólares em 2020-202, impulsionadas principalmente pela explosão nas vendas de obras digitais exclusivas.

Turistas espaciais

O capitão Kirk, comandante da nave em Star Trek, interpretado por William Shatner, foi um dos tripulantes não profissionais que partiram para o espaço em 2021. O ator se tornou, aos 90 anos, o turista espacial mais velho.

A lista de turistas espaciais nunca foi tão grande com voos fretados pelas empresas privadas dos bilionários Jeff Bezos (Blue Origin), Elon Musk (SpaceX) e Richard Branson (Virgin Galactic).

Ronaldo contra Messi

As duas lendas vivas do futebol, o português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi, dividiram as honras em dezembro: Ronaldo tornou-se o maior jogador de seleção de todos os tempos com 115 gols, e o europeu mais escalado para a seleção, 184 vezes. Messi superou o brasileiro Pelé como o melhor atacante da América Latina com 79 gols.

Canal da Mancha e Everest

Kami Rita Sherpa, do Nepal, bateu em maio seu próprio recorde de escalada ao Everest, ao completar sua 25ª subida ao topo do mundo. A australiana Chloe McCardel, 36 anos, se tornou em outubro a pessoa que mais nadou no Canal da Mancha, 44 vezes.

Internacional