PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Rússia veta entrada de esposa e filha de Biden e outros 23 americanos

Joe Biden, presidente dos EUA, já é proibido de entrar na Rússia - REUTERS/Lukas Barth/Pool
Joe Biden, presidente dos EUA, já é proibido de entrar na Rússia Imagem: REUTERS/Lukas Barth/Pool

AFP, Moscou

28/06/2022 07h20

A Rússia anunciou hoje que proibiu a entrada em seu território de 25 americanos, incluindo Jill e Ashley Biden, a esposa e a filha do presidente Joe Biden, alegando que são respostas a sanções adotadas pelos Estados Unidos.

"Como reação à constante expansão das sanções americanas contra figuras políticas e públicas russas, 25 cidadãos americanos foram adicionados à lista de exclusão", informou o ministério das Relações Exteriores da Rússia em um comunicado que inclui os nomes.

A lista também inclui o líder da minoria republicana do Senado, Mitch McConnell, outros senadores como Charles Grassley, Kirsten Gillibrand e Susan Collins, além de professores universitários como Francis Fukuyama.

O governo dos Estados Unidos anunciou sanções contra membros da família de Vladimir Putin, incluindo sua duas filhas, e o próprio presidente russo. Biden está proibido de entrar na Rússia.

Os países ocidentais e a Rússia trocam há vários anos sanções e contra-sanções, mas as medidas de represália aceleraram desde que a Rússia lançou uma grande ofensiva armada contra a vizinha Ucrânia.

As expulsões de diplomatas, as restrições ao comércio e a declaração de funcionários como persona non grata são algumas das muitas medidas impostas por cada lado.

Internacional