Conteúdo publicado há 26 dias

Sobe para 34 número de mortos em naufrágio de embarcação de migrantes na Itália

A guarda costeira italiana informou, nesta sexta-feira (21), que encontrou mais 14 corpos após o naufrágio nesta semana de uma embarcação de migrantes ao largo da costa da Calábria, no sul do país, elevando para 34 o número de mortos.

Onze pessoas sobreviveram à tragédia, enquanto mais de 60 foram reportadas como desaparecidas. A embarcação havia partido da Turquia.

"Hoje foram recuperados 14 corpos (...) um total de 34 corpos foram recuperados", afirmou a guarda costeira em um comunicado, acrescentando que as buscas não foram concluídas.

A guarda costeira já havia informado na quinta-feira sobre a descoberta de outros 12 corpos, incluindo mulheres e crianças.

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) relatou nesta semana que os sobreviventes informaram que 66 pessoas estavam desaparecidas, incluindo pelo menos 26 crianças.

Ao menos 10 corpos foram encontrados na segunda-feira em outra embarcação de migrantes naufragada na costa da ilha italiana de Lampedusa, segundo o grupo de ajuda alemão ResQship.

Cerca de 3.155 migrantes morreram ou desapareceram no mar Mediterrâneo em 2023 tentando chegar à Europa, de acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

A mesma fonte indica que mais de 1.000 migrantes morreram ou desapareceram no Mediterrâneo desde o início deste ano.

A rota do Mediterrâneo Central é uma das rotas migratórias mais perigosas do mundo, e 80% das mortes registradas nas águas deste mar ocorreram nesta região.

Continua após a publicidade

Deixe seu comentário

Só para assinantes