Conab vai socorrer criadores de aves e suínos na falta de ração

Por um mês, o milho para ração estocado pelo governo federal, no Programa de Vendas em Balcão (ProVB), vai ser usado para socorrer os criadores de aves e suínos e as indústrias de processamento de ração animal em todo o país, que sofreram com o desabastecimento causado pela paralisação dos caminhoneiros.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está autorizada a comercializar o produto. Pela medida provisória, está fixado em 500 toneladas diárias por pessoa o limite para compra de mercadoria. O Programa de Vendas em Balcão tem como meta disponibilizar estoques públicos do governo federal a pequenos criadores e agroindústrias de pequeno porte por meio da venda direta.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informou que, desde o começo da paralisação dso caminhoneiro no último dia 21, quase 70 milhões de aves morreram. Segundo a entidade, há o risco de cerca de 1 bilhão de aves e 20 milhões de suínos não sobreviverem pelo longo período em que foram confinados e alimentando-se inadequadamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos