Topo

Costa e Youssef confirmam repasses para a campanha da senadora Gleisi Hoffmann

De Brasília

2015-08-25T16:39:00

25/08/2015 16h39

Os delatores da Operação Lava Jato Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef confirmaram à CPI da Petrobras que houve repasse de recursos provenientes de propina para a campanha de 2010 da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). "O valor foi repassado integralmente para a campanha da senadora. O Alberto efetuou esse pagamento", contou Costa. Segundo os delatores, foi repassado R$ 1 milhão à campanha da petista, com intermediação de seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo.

"Quem me fez o pedido para a campanha da Gleisi foi Paulo Roberto Costa e eu fiz o repasse. Reitero o meu depoimento anterior", disse Youssef.

Mais cedo, Youssef disse não conhecer o ex-ministro Antonio Palocci, mas afirmou que um outro delator ainda vai esclarecer o suposto pedido feito pelo petista por recursos provenientes de propina para a campanha da presidente Dilma Rousseff em 2010. "Vou me reservar ao silêncio porque existe uma investigação nesse assunto do Palocci e logo vai ser revelado", respondeu.

O doleiro repetiu na CPI da Petrobras que, em seu entendimento, havia conhecimento do Palácio do Planalto sobre o esquema montado na estatal. Costa teria pedido uma "sinalização" ao Planalto sobre mudanças no comando do PP e a continuidade do esquema.

Mais Notícias