Topo

Justiça do Rio vende jet skis e jet Boat da família de Eike Batista

07.jul.2019 - O empresário Eike Batista durante evento "Empreende Brasil" - Fabricio de Almeida/Imagem & Arte
07.jul.2019 - O empresário Eike Batista durante evento "Empreende Brasil" Imagem: Fabricio de Almeida/Imagem & Arte

Denise Luna

Rio

18/07/2019 17h53

A 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, responsável pelos processos da Lava Jato no Estado, leiloou hoje mais três bens da família do empresário Eike Batista.

Entre os itens vendidos estão mais dois Jet Ski de Eike, e o Jet Boat Thorolin, que junta os nomes dos filhos mais velhos do empresário (Thor e Olin). O valor dos lance, já com o desconto de 20% por se tratar de uma segunda oferta, somavam R$ 112,8 mil. Também conseguiu comprador a Pajero a diesel blindada, no valor de R$ 124 mil.

A segunda fase do leilão com bens arrestados pela 7ª Vara está conseguindo melhores resultados do que a primeira, quando apenas um Jet Ski e um Jet Boat do empresário Eike Batista foram arrematados arrecadando no total R$ 90,5 mil.

Ainda com alguns itens em aberto para receber lances, quatro bens já foram vendidos, e outros, como a lancha do ex-governador do Rio Sergio Cabral, batizada de Manhattan Rio, avaliada em R$ 2,3 milhões, permanecem sem interessados até o momento.

A fazenda do apontado pela Lava Jato como operador financeiro de Cabral, Carlos Miranda, no valor de R$ 2,2 milhões, e um apartamento de Cabral estimado em R$ 435 mil também ainda não receberam proposta.

A Lamborghini e a lancha Spirit of Brazil, de Eike, que foram oferecidas na primeira fase do leilão da 7ª Vara acabaram sendo vendidos antes pela 3ª Vara Criminal, que também investiga crimes mais antigos de Eike envolvendo as ações da OGX, enquanto a 7ª Vara apura crimes relacionados ao governo do Rio de Janeiro. Os dois bens renderam R$ 3,3 milhões para a Justiça.

Mais Cotidiano