PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
9 meses
Bolsonaro lamenta mortes em baile em São Paulo após chegada da PM

Maga Jr./O Fotográfico/Estadão Conteúdo
Imagem: Maga Jr./O Fotográfico/Estadão Conteúdo

Mateus Vargas

Brasília

02/12/2019 11h04

O presidente Jair Bolsonaro lamentou hoje a morte de nove pessoas pisoteadas durante tumulto após ação da Polícia Militar (PM) em baile na comunidade de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, na madrugada de ontem. "Lamento a morte de inocentes", disse Bolsonaro em frente ao Palácio da Alvorada.

A polícia e moradores da região apresentam versões distintas sobre as mortes. Em relatos e vídeos, moradores acusam os PMs de agir com truculência. Já a corporação afirma que os agentes perseguiam dois suspeitos em uma moto, quando entraram no local da festa, que reuniu cerca de 5 mil pessoas.

O governo de São Paulo informou que vai investigar as circunstâncias das mortes para apontar se houve excessos.

GLO

Desde o período como deputado federal, Bolsonaro defende ampliar garantias legais para não criminalizar militares por atos durante operações de segurança. Recentemente, o governo enviou projeto de lei ao Congresso Nacional sobre a excludente de ilicitude para agentes em ações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

Cotidiano