PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Governo Biden volta a defender quebra de patentes de vacinas contra a covid-19

Há uma discussão sobre a quebra das patentes das vacinas contra covid no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC) - Pool/Getty Images via AFP
Há uma discussão sobre a quebra das patentes das vacinas contra covid no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC) Imagem: Pool/Getty Images via AFP

Iander Porcella

21/10/2021 17h33

A vice-secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, reforçou nesta quinta-feira, 21, que o governo dos Estados Unidos apoia a quebra de patentes das vacinas contra a covid-19 no mundo. Há uma discussão sobre o tema no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC).

De acordo com a porta-voz, o governo Biden já enviou 200 milhões de imunizantes para o exterior. Ela disse que a pandemia exige uma resposta global e afirmou que outros países também precisam intensificar as doações.

Ao ser questionada sobre as negociações em torno do pacote social e ambiental de Biden, Jean-Pierre disse que o governo avalia "algumas ideias" sobre a taxação de carbono. Ela garantiu que, como prometido na campanha eleitoral do ano passado, o democrata não vai aumentar impostos para a parcela da população que ganha menos do que U$S 400 mil por ano.

Sobre a decisão do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de proibir seus dirigentes de comprar ações individuais no mercado, após acusações de conflito de interesse, a vice-secretária disse que a Casa Branca respeita a independência da autoridade monetária. Ela também afirmou que, na visão de Biden, todas as autoridades de alto escalão deveriam evitar o conflito de interesse em suas atribuições.

Internacional