PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Bolsonaro diz a sargentos da Aeronáutica: 'Querem roubar nossa liberdade'

26.nov.21 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participa de cerimônia de formatura de sargentos da Aeronáutica - Reprodução
26.nov.21 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participa de cerimônia de formatura de sargentos da Aeronáutica Imagem: Reprodução

Eduardo Gayer

Brasília

26/11/2021 12h34Atualizada em 26/11/2021 13h07

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta sexta-feira, 26, a sargentos da Aeronáutica que fiquem "vigilantes" sobre a situação do País. Em cerimônia de formatura dos oficiais, o chefe do Executivo voltou a dizer que há um processo de perda de liberdades no País - sem, contudo, elencar os elementos de sua tese.

"Devemos estar vigilantes, pensar no que de pior pode acontecer conosco e estar vigilantes", disse Bolsonaro em solenidade em Guaratinguetá (São Paulo) para promoção de 207 servidores da Aeronáutica à graduação de terceiro-sargento. "O que de mais importante e valioso querem nos roubar, e não é de hoje? Não é nosso ouro, nosso nióbio, nossas terras, nossa biodiversidade, nossa água ou nosso espaço. É a nossa liberdade, algo muito, mas muito mais sagrado que a nossa própria vida", acrescentou.

No auge das tensões com o Supremo Tribunal Federal (STF), Bolsonaro defendia que a Corte cassava liberdades individuais quando punia atitudes antidemocráticas de apoiadores do presidente.

Durante a cerimônia, que contou com a presença de ministros como Walter Braga Neto (Defesa) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-geral da Presidência), o chefe do Executivo ainda recebeu uma homenagem chamada de "ordem dos especialistas".

Política