PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

Lira defende 'aliviar tensão' institucional diante de crise entre Bolsonaro e STF

9.nov.2021 - O presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), durante sessão no plenário - Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
9.nov.2021 - O presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), durante sessão no plenário Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Iander Porcella

Brasília

03/05/2022 19h12

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), defendeu nesta terça-feira, 3, que é preciso "aliviar a tensão" institucional diante da crise entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o Supremo Tribunal Federal (STF). O deputado frisou também que o Legislativo busca a harmonia entre os Poderes.

"O Legislativo sempre buscou e busca o equilíbrio, a harmonia e a tranquilidade entre os Poderes e a relação democrática do Brasil", afirmou Lira. O presidente da Câmara disse que tem conversado "muito de perto" com os presidentes do STF, Luiz Fux, do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da República, Jair Bolsonaro, sobre a tensão institucional. "Nós vamos encontrar, não tenho dúvida, uma saída negociada para aliviar um momento de tensão, de pressão, quase que de um período pré-eleitoral", emendou.

Lira não participou de uma conversa entre Pacheco e Fux hoje, mas disse que o objetivo deveria ser "apaziguar os ânimos". Após a reunião, Pacheco defendeu que a disputa eleitoral não se reflita na relação entre os Poderes.

A tensão entre Bolsonaro e o STF aumentou após o presidente conceder perdão ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), que foi condenado pela Corte a nove anos e oito meses de prisão por ataques à democracia. "Num período como agora, a gente tem que trazer transparência, moderação e equilíbrio para todo mundo, para que o Brasil não sofra com mais problemas do que os que já se apresentam", afirmou Lira.

Política