Acre sofre 2º terremoto em apenas 8 dias; Defesa Civil monitora a região

O município de Tarauacá, no Acre, registrou o segundo terremoto de alta magnitude em apenas oito dias. O novo tremor ocorreu neste domingo, 28, por volta das 4h da manhã no horário local (6h no horário de Brasília) e teve magnitude 6,5 na escala Richter.

O tremor foi detectado pela Agência de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que identificou o epicentro a 609,5 quilômetros de profundidade no solo e pouco ou nenhum risco de deslizamentos causados pelo evento geológico. A USGS monitora eventos geológicos no mundo todo.

Ao Estadão, o Corpo de Bombeiros de Tarauacá informou não ter atendido nenhuma ocorrência relacionada ao terremoto até o momento, embora moradores tenham ligado para saber o que havia acontecido. Tarauacá fica no noroeste do Estado, a 381 quilômetros da capital Rio Branco. Tem 43 mil habitantes, segundo o censo de 2022 do IBGE.

"Devido à grande profundidade onde foi o epicentro desse terremoto, ele quase não é sentido na superfície, mesmo tendo alguns relatos da população. Não houve danos, nem emergências, mas estamos mantendo o monitoramento da região", disse o coordenador da Defesa Civil do Estado, Carlos Batista.

O tremor anterior havia ocorrido no dia 21 de janeiro e teve magnitude um pouco maior, de 6,6 graus na escala Richter. Assim como o deste domingo, os bombeiros não foram acionados e não há registro de grandes danos. A profundidade foi de 614,5 quilômetros, o que ajuda a limitar os possíveis danos.

Nos últimos anos, outros terremotos foram sentidos no Acre: um de 6,5 foi detectado na fronteira entre Brasil e Peru em junho de 2022, enquanto Tarauacá foi epicentro de outro, de magnitude 6,8, em janeiro de 2019.