PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Visita de Bento 16 ao México pode despertar sentimento de paz, dizem especialistas

Em São Paulo

21/03/2012 18h04

A viagem do papa Bento 16 ao México, programada para o próximo dia 23, deve despertar um sentimento de esperança de paz e tranquilidade entre os mexicanos, segundo apontaram especialistas e autoridades locais consultadas pela ANSA.

"[A visita vai fazer renascer] a esperança para muitos mexicanos de que, em breve, teremos um país mais seguro e que poderemos viver em tranquilidade", disse o prefeito da cidade de Léon, onde o Pontífice vai se hospedar, Ricardo Sheffield.

O secretário-geral da Conferência Episcopal do México (CEM), monsenhor Víctor René Rodríguez, destacou, por sua vez, que Bento 16 "pode ajudar a situação atual do México com sua capacidade convocatória e seu testemunho, que incentivou muitos mexicanos a serem melhores cidadãos e a não perderem a esperança".

Dados oficiais divulgados recentemente apontam que 52% dos municípios mexicanos já sofreram com a atividade de grupos narcotraficantes, ou seja, mais da metade das cidades registraram pelo menos uma morte relacionada ao crime organizado desde dezembro de 2006, quando Felipe Calderón assumiu a Presidência do país e deu início à chamada "guerra contra os cartéis".

Em declarações à Rádio Vaticana, o arcebispo de León, José Guadalupe Martín Rábago, disse que, apesar de Bento 16 passar por apenas dois municípios do país, "bem sabemos que, na realidade, a visita é a todo o México e, de alguma maneira, a todos os países do continente americano".

A escolha da cidade de León, explicou o prefeito, se deu por conta de sua posição central, pelo fato de ser uma das sete maiores do país e uma das mais seguras do México.

O Exército local vai liderar os esquemas de segurança que serão montados para a visita, sendo que sua coordenação será feita pelo Estado-Maior Presidencial, corpo de elite que protege o presidente do país. A Guarda Suíça, que cuida da segurança pessoal do papa, também estará no México.

No próximo dia 23, Bento 16 dará início ao um giro pela América Latina, passando por México e Cuba. Desde que assumiu o Pontificado, há sete anos, essa é a primeira vez que Joseph Ratzinger visita um país latino de língua espanhola. Na única oportunidade que viajou à região, visitou o Brasil, em 2007.

Internacional