Dilma inicia visita ao Chile em meio à reaproximação

SÃO PAULO, 26 FEV (ANSA) - A presidente Dilma Rousseff fará uma viagem oficial ao Chile nesta sexta-feira (26) e neste sábado (27) em mais um passo de reaproximação entre as duas nações sul-americanas.   

Segundo a agenda oficial, a mandatária chegará à Santiago às 12h10 (hora de Brasília) e depositará flores no Monumento a Bernado O'Higgins, na Praça da Cidadania. Logo após, Dilma irá para a sede do governo, o Palácio de La Moneda, onde participará de um almoço oferecido pela presidente chilena, Michelle Bachelet. Um pronunciamento está marcado para após as refeições.   

Às 15h, um encontro bilateral que reunirá também autoridades de ambos os países, será realizado de maneira privada e um pronunciamento oficial será dado após o encontro. O último compromisso da presidente é um encontro com empresários brasileiros que atuam em território chileno.   

O último encontro privado entre as duas líderes ocorreu antes da Copa do Mundo de 2014, quando Bachelet foi à Brasília e um Memorando de Entendimento para intercâmbio de informações sobre violações aos direitos humanos durante os regimes militares dos dois países foi assinado. Na época, um comunicado oficial da Presidência informou que, na agenda bilateral, foram tratadas questões de "cooperação energética e integração física ao comércio e investimentos".   

Esse é mais um sinal de reaproximação entre duas das maiores economias da América do Sul, após um período frio de relações diplomáticas no governo de Sebastián Piñera. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos