Austrália diz que peças de Moçambique devem ser de MH370

ROMA, 24 MAR (ANSA) - Peritos australianos disseram nesta quinta-feira (24) que os dois fragmentos de um avião encontrados em Moçambique "muito provavelmente" pertencem ao voo MH370, da Malaysia Airlines, desaparecido desde 8 de março de 2014, com 239 pessoas a bordo. "As análises concluíram que os destroços pertencem quase certamente ao MH370", disse o ministro dos Transportes da Austrália, Darren Chester. Um pedaço do avião foi encontrado por um cidadão norte-americano, enquanto outra peça foi achada por uma família sul-africana que estava de férias em Moçambique. Todos os destroços foram levados à Austrália para passar por análises, já que o país coordena as investigações do desaparecimento.   

O Boeing 777 da Malaysia partiu de Kuala Lumpur, na Malásia, com destino a Pequim, na China, mas desapareceu dos radares uma hora após a decolagem. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos