Chile confirma 1º caso de zika transmitido sexualmente

SÃO PAULO, 28 MAR (ANSA) - O Chile confirmou o primeiro caso de zika vírus transmitido sexualmente neste final de semana.   

Segundo o governo, essa é a única maneira de transmissão possível da doença, já que não há foco do mosquito Aedes no país.   

"Uma mulher de 46 anos, parceira de um homem infectado com a zika no Haiti", foi infectada , informaram as autoridades ressaltando que esse "é o primeiro caso documentado de vírus por transmissão sexual" em território nacional.   

O Ministério da Saúde informou que há 10 casos de zika registrados no Chile - todos de pessoas vindas do exterior. Os exames que confirmaram a doença foram realizados pela Universidade do Chile.   

Por causa do surto da doença, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um alerta para toda a América Latina e decretar emergência global por causa da ligação do vírus com a microcefalia. Casos de transmissão sexual do vírus zika já foram registrados em países da Europa e nos Estados Unidos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos