Chefe da campanha de Trump é acusado de agressão

Em Washington

  • Joe Raedle/AFP

    Corey Lewandowski, chefe de campanha de Donald Trump, em foto de arquivo

    Corey Lewandowski, chefe de campanha de Donald Trump, em foto de arquivo

O chefe da campanha presidencial do magnata Donald Trump, Corey Lewandowsky, foi acusado formalmente nesta terça-feira (29) de ter agredido a jornalista da "Breibart News", Michelle Fields.   

Segundo um relatório da Delegacia de Polícia de Jupiter, na Flórida, o responsável pela campanha é acusado de ter "intencionalmente" agredido e deixado hematomas visíveis na pele da jornalista durante um evento de campanha realizado no dia 8 de março.

Os policiais também divulgaram o vídeo da ação e nele é possível ver Lewandowsky empurrando a repórter pelo braço no meio de várias pessoas. Segundo a emissora "CNBC", a audiência foi marcada para o dia 4 de maio.   

Através de seu Twitter, Lewandowsky enviou uma mensagem para Fields dizendo que ela estava "delirando" e que "nunca tocou" nela ou a conhece. O comitê da campanha de Trump emitiu uma nota defendendo seu funcionário.   

"O sr. Lewandowsky foi convocado pela Corte para comparecer em determinada data. Ele não foi preso. O sr. Lewandowsky é absolutamente inocente nesse processo. Ele entrará com uma ação de não culpabilidade e esperará por seu dia na Corte. Ele está completamente confiante que será absolvido", escreveu o comitê em nota. 

O que mais se ouve em um comício de Trump? "Saia daqui"

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos