Trump nega apoio a outro republicano em caso de derrota

NOVA YORK, 30 MAR (ANSA) - O pré-candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump rompeu seu compromisso de apoiar o vencedor das primárias do partido caso ele seja derrotado.   

Em um encontro promovido pela emissora "CNN" na última terça-feira (29), o magnata foi perguntado se endossaria outro republicano que não fosse ele e respondeu: "Não, não vou mais".   

A promessa havia sido feita no ano passado, quando Trump tentava aumentar sua credibilidade entre o eleitorado conservador, e reiterada no início de março, quando o bilionário disse que apoiaria outro pré-candidato, ainda que seus adversários "não merecessem".   

Os dois republicanos que seguem na briga, o senador pelo Texas Ted Cruz e o governador de Ohio, John Kasich, também se recusaram a prometer um eventual apoio a um rival. Atualmente, Trump lidera as primárias do partido, com 738 delegados, segundo a contagem do jornal "The New York Times".   

Cruz aparece em segundo, com 461, à frente de Kasich, com 143.   

Apesar da ampla vantagem, muitos duvidam que o magnata consiga obter os 1.237 delegados necessários para concorrer à Casa Branca, o que abriria espaço para o Partido Republicano realizar uma convenção "aberta", ou seja, com os delegados livres para votar em quem quisessem. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos