Papa responde carta de presidiários italianos

CIDADE DO VATICANO, 25 ABR (ANSA) - O papa Francisco respondeu a uma carta enviada por presos italianos, pedindo que eles não se deixem fechar no passado, transformando a vida em um caminho de crescimento, de fé e de caridade.   

"Não vos fecheis no passado, transformai-o em um caminho de crescimento, de fé e de caridade. Dai a Deus a possibilidade de fazer-vos brilhar através desta experiência", disse. Os presos haviam enviado a Francisco uma mensagem por meio do bispo de Albano, monsenhor Marcello Semeraro, durante uma visita a prisão de Velletri no último dia 5 de março, quando foi realizada uma missa no local.   

"Agradeço por pensarem em mim no meio das dificuldades da vossa vida atual", disse Francisco, acrescentando que ele também muitas vezes pensa nos prisioneiros "e nas pessoas que vivem nas prisões". "É por isso que quando faço visitas pastorais, peço sempre -- quando é possível -- para encontrar irmãos e irmãs como vós, que vivem uma liberdade com limites, para levar o meu carinho e a minha proximidade", concluiu o Pontífice. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos