Em mais um dia sangrento, Bagdá tem 69 mortos em atentados

Em Beirute

  • Wissm al-Okili/Reuters

    Mercado atingido por atentado suicida no distrito de Al Shaab, em Bagdá, no Iraque

    Mercado atingido por atentado suicida no distrito de Al Shaab, em Bagdá, no Iraque

Dois atentados suicidas em Bagdá mataram ao menos 69 pessoas e deixaram 90 feridos nesta terça-feira (17), de acordo com balanços provisórios das autoridades do Iraque.

Um dos ataques ocorreu em um hortifruti do bairro de Al-Shaab, no norte da capital, habitado por maioria xiita, e provocou 38 mortos e 70 feridos. Já em al-Rasheed, no centro-sul de Bagdá, um carro-bomba explodiu e matou seis pessoas, além de ferir outras 21.   

Apesar de nenhum grupo ter assumido a autoria dos atos até o momento, tudo leva a crer que os atentados tenham sido cometidos pelo Estado Islâmico (EI), que controla grandes porções de terra no Iraque.

Há exatamente uma semana, o EI cometeu um ataque terrorista com um carro-bomba em Bagdá e deixou 64 mortos e 87 feridos. As vítimas eram xiitas, pois a organização extremista é de vertente sunita.   

Nas últimas horas, o Exército iraquiano lançou uma operação militar com o apoio da coalizão internacional para tentar retomar o controle da estrada de Rutba, que liga o país à Jordânia e está sob domínio do Estado Islâmico. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos