Itália prende narcotraficante do grupo mexicano Sinaloa

ROMA, 30 MAI (ANSA) - O mexicano Julio Cesar Olivas Felix, 42 anos, foi preso nesta segunda-feira (30) por policiais no aeroporto de Malpensa, em Milão. O estrangeiro é acusado de ser um dos principais negociadores de drogas do grupo Sinaloa.   

Há alguns dias, um pedido de prisão provisória com fins de extradição foi emitido pela Interpol contra Felix e, em parceira com o Serviço de Cooperação Internacional da Polícia (SCIP), começou uma investigação para determinar se ele estava na Itália.   

Com a troca de informações, os italianos localizaram o mexicano em Brianza e começaram a monitorar sua movimentação. Como suspeitaram que Felix estava se preparando para fugir de Milão, os policiais o seguiram até o aeroporto e o prenderam quando ele tentava embarcar para a Espanha.   

De acordo com os investigadores norte-americanos, o mexicano teria organizado diversos carregamentos de cocaína entre seu país-natal e os EUA. Ainda conforme dados dos investigadores, só nos primeiros meses de 2016, o tráfico de cocaína entre as duas nações já superou os 500 quilos. Agora, as autoridades italianas já abriram um procedimento de extradição de Felix para a Justiça norte-americana. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos