Após ataque em Orlando, Obama volta a defender desarmamento

Em Washington (EUA)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, voltou a pedir, em discurso na Casa Branca realizado nesta terça-feira (14), regras mais rígidas para o acesso às armas no país após o massacre em Orlando.   

Mãe de vítima pede que "algo seja feito" sobre armas nos EUA

  •  

No último final de semana, Omar Mateen, de origem islâmica, abriu fogo dentro da boate gay Pulse, deixando ao menos 49 mortos e cerca de 50 feridos -- seis deles em estado grave --, no maior atentado com armas já realizado no país.

"Não podemos impedir cada tragédia, mas existem regras do senso comum" compatíveis com a Constituição, disse, acrescentando que, se por um motivo de segurança alguém não pode pegar um avião, também não deveria poder comprar armamentos.

Uma das bandeiras de Obama é dificultar a venda de armas para pessoas com histórico criminal ou doenças mentais e, com isso, reduzir o alto índice de mortes a tiros, o mais alto de um país industrializado.

Segundo dados oficiais, mais de 30 mil norte-americanos morrem todos os anos em incidentes envolvendo armas de fogo. Obama ainda lembrou durante o discurso, realizado no Salão Oval, que a comunidade LGBT não está sozinha.

"Os Estados Unidos, seus aliados, seus amigos estão com vocês", acrescentou o mandatário. "Estou rezando" pelas vítimas e sobreviventes.   

"Nossa mensagem é clara: se você atacar os Estados Unidos e os nossos aliados, não estará seguro. Não vou deixar o terrorismo vencer."

Para o presidente, o agressor se inspirou sozinho em informações extremistas difundidas pela internet, mas não existem evidências de que o ataque foi comandado por um organismo estrangeiro.

Vídeo registra troca de tiros em ataque a boate gay nos EUA

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos