Ex-oficial apela contra sentença por atuação em Auschwitz

BERLIM, 17 JUN (ANSA) - O ex-oficial nazista Reinhold Hanning, de 94 anos, que foi condenado a cinco anos de prisão por ser cúmplice do extermínio no campo de concentração de Auschwitz, entrou com recurso contra a pena. O tribunal de Detmold, na Alemanha, anunciou em comunicado nesta segunda-feira, dia 27, que os advogados de Hanning apelaram contra a sentença anunciada em 17 de junho.   

Enquanto isso, familiares de vítimas pedem a revisão da pena.   

Ele permanecerá livre até que o processo de apelação seja concluído. O ex-oficial foi acusado de ter colaborado para a morte de cerca de 170 mil judeus no campo de concentração entre 1943 e 1944. Segundo a Promotoria, Hanning atuou dentro da Totenkopfverband, a divisão encarregada pelo extermínio dentro da SS, a guarda nazista. Ele teria ajudado a selecionar quais prisioneiros seriam mortos.   

O idoso, que tinha 20 anos na época, já admitiu ter trabalhado no campo de concentração, mas negou qualquer envolvimento com as mortes no local. Hanning, que atuava como guarda no local, provavelmente será a última pessoa condenada pelas atrocidades durante o Holocausto.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos