Colômbia e Farc concluem acordo de paz

BOGOTÁ, 23 AGO (ANSA) - Autoridades de Bogotá e os guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) concluíram as negociações de paz, após mais de três anos de negociações em Havana, Cuba, informaram fontes ligadas ao governo. Um anúncio oficial deve ser realizado ainda na noite desta quarta-feira, dia 23.   

"Espero poder dar uma notícia muito importante, histórica, ao país ainda hoje", disse o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, durante um compromisso oficial.   

O Alto Comissariado da Paz já havia anunciado, por meio de sua conta no Twitter, que o dia da paz "está próximo". Horas antes, o líder das Farc Rodrigo Londoño Echeverri, também conhecido como Timoleón Jiménez, o "Timochenko", disse que o grupo tem "as portas abertas para o importante anúncio do acordo final". Assim que o governo apresente ao Congresso o texto, que aborda cinco pontos, como reforma agrária e participação política, entre outros, será convocado um plebiscito para que os colombianos deem a última palavra sobre o acordo.   

Santos já havia anunciado que um acordo definitivo seria alcançado em 23 de março deste ano. Desavenças entre o grupo guerrilheiro e representantes de Bogotá impediram que o prazo fosse concretizado, no entanto. Desde que as Farc foram criadas, no começo dos anos 1960, estima-se que o conflito com Bogotá tenha deixado mais de 220 mil mortos, quase 50 mil desaparecidos e 6,6 milhões de deslocados. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos