Itália prevê queda de dívida a partir de 2017

ROMA, 28 SET (ANSA) - O ministro da Economia da Itália, Pier Carlo Padoan, afirmou em nota nesta quarta-feira (28) que o endividamento italiano começará a diminuir a partir de 2017.   

"Afetado pela menor intensidade da retomada e pela fraca dinâmica dos preços, a relação entre dívidas e Produto Interno Bruto (PIB) chegará aos 132,8% em 2016. Começará a reduzir a partir de 2017 para atingir os 126,6% em 2019", disse o ministro.   

Em 2017, segundo o Ministério, haverá novos cortes das taxas com mudanças nas regras de proteção e "outras medidas de atenuação para as empresas". Para isso, o governo "continuará com a estratégia de combate à evasão" para recuperar a economia italiana. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos