Netanyahu chamará embaixador na Unesco para consultas

TEL AVIV, 26 OUT (ANSA) - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, chamará para consultas o embaixador do país na Unesco, Carmel Shama Cohen, após a entidade ter aprovado outra resolução negando a ligação entre judeus e locais sagrados de Jerusalém.   

Além disso, o presidente do Parlamento israelense, Yuli Edelstein, disse que o documento é uma "afronta" e pediu a intervenção do Vaticano no assunto. Em carta enviada ao secretário de Estado da Santa Sé, Pietro Parolin, Edelstein exortou a Igreja a usar "seus melhores departamentos para impedir a repetição de ações desse tipo".   

Segundo ele, a resolução é "profundamente ofensiva" para cristãos e judeus. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos