Após tremor, Renzi afirma que Itália 'irá reconstruir tudo'

ROMA, 30 OUT (ANSA) - O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, disse neste domingo (30) que seu país "irá reconstruir tudo" que foi devastado pelos constantes terremotos que estão atingindo a região central da Itália nas últimas semanas.   

"As pessoas devem saber que precisamos assumir um compromisso claro: tudo será reconstruído em seu tempo", disse Renzi citando que a reconstrução das regiões afetadas são "a alma do país".   

O premier ainda comemorou o fato de não terem sido registradas vítimas fatais do sismo. "No momento, mesmo com a impressionante gravidade do terremoto, o pior desde Irpínia, hoje não há nenhuma perda de vidas humanas. Estamos extremamente confortáveis com o fato de não haver vítimas. Até o último momento teremos atenção com o número de feridos", disse ainda o premier. Ele se referia à tragédia de Irpínia, que em 1980, deixou quase três mil mortos e mais de 280 mil desabrigados.   

Renzi terminou sua fala pedindo união dos partidos políticos que, mesmo adversários, devem focar seus objetivos em ajudar aqueles afetados. "Faço um apelo às forças políticas para evitar polêmicas e divisões", finalizou. Pouco tempo após o comunicado do premier, seu atual maior adversário político, o líder do partido Movimento Cinco Estrelas, Beppe Grillo, afirmou que o "M5S está pronto para colaborar" e pediu "agilidade " nas ações. "O M5S deu sua disponibilidade para colaborar e para propor soluções para ajudar as populações atingidas em tempo rápido.   

Situações de emergência excepcional devem corresponder a uma resposta excepcional", afirmou Grillo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos