EUA lembram os 75 anos do ataque à Pearl Harbor

WASHINGTON, 7 DEZ (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou o dia 7 de dezembro como o "Dia da Memória por Pearl Harbor".   

Nesta quarta-feira, completam-se 75 anos do ataque surpresa dos japoneses contra os navios norte-americanos que estavam na base naval no Havaí, causando 2.403 mortes e levando os Estados Unidos à Segunda Guerra Mundial.   

"Encorajo todos os norte-americanos a observar este dia solene de lembranças e a honrar os nossos militares, do passado e do presente, com adequadas cerimônias e atividades", escreveu Obama na lei firmada por ele.   

Já na tradicional cerimônia em Pearl Harbor, o sobrevivente mais velho do ataque, o ex-marinheiro Ray Chavez, participou da celebração no Havaí. O evento na base é uma maneira de lembrar de todas as vítimas e de honrar a memória daqueles que morreram.   

- Visita de Abe e Obama: Foi anunciada para o fim do mês de dezembro, entre os dias 26 e 27, uma visita do premier japonês, Shinzo Abe, e de Barack Obama à base militar no país. No anúncio da visita, no dia 5, Abe disse que o ato é uma forma de refletir para "nunca mais repetir a tragédia de uma guerra".   

A ida do premier japonês também é uma retribuição da visita de Obama a cidade de Hiroshima, ocorrida em maio deste ano, para lembrar as vítimas do lançamento da bomba atômica pelos norte-americanos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos