Roupas de Lady Diana são expostas nos 20 anos de sua morte

SÃO PAULO, 23 FEV (ANSA) - Para relembrar os 20 anos do trágico acidente de carro que matou a princesa Diana, o Palácio de Kensignton, em Londres, inaugurará uma mostra com os icônicos vestidos usados pela mãe dos príncipes Harry e William. Entre as salas e quartos da residência onde Lady Di viveu, os visitantes poderão percorrer a trajetória da princesa através de seu vestuário, que ditou moda nos anos 90 e foi capaz de revolucionar as tradições da família real. Das roupas mais simples, vestidas por Diana em suas primeiras aparições públicas, nas quais a "princesa do povo" era vista ainda como tímida e desajeitada, aos vestidos desenhados pelos maiores estilistas do mundo para eventos de gala - tudo isso poderá ser apreciado durante a visita à mostra no Palácio de Kensignton. Entre os grandes destaques da exibição, estará o famoso Victor Edestein, em veludo azul, usado por Lady Di durante um evento na Casa Branca, em 1985, no qual a princesa dançou com John Travolta. Além das belíssimas roupas, para celebrar a vida de Diana será construído, no mesmo local, um jardim com as flores que mais representaram sua vida.   


A exposição começará amanhã (24) e durará todo o ano de 2017. Os ingressos, até dia 28 deste mês, custarão entre 15 e 16 libras.   


A partir do dia 1 de março o preço sobe e ficará entre 17 e 19 libras. Descontos serão oferecidos para quem comprar online.   


Crianças não pagam. Diana Frances Spencer nasceu no Reino Unido em 1961 e se casou com o príncipe Charles. Ela morreu em um trágico acidente de carro em 31 de agosto de 1997, em Paris, na França. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos